Acesso restrito aos Sócios do Clube
CPF do Piloto: Valor Inválido.CPF inválido.
Senha de Acesso: : Valor Inválido
      Esqueci a minha senha
 Atibaia,

Pedra Grande, a rampa.

7

 

A Pedra Grande é uma montanha de 1 418 metros de altitude, localizada na Serra do Itapetinga. Conta com uma superfície aproximada de 200 mil m² e é, certamente, o maior responsável pela atração de turistas à região, não somente por oferecer um espaço aberto aos praticantes de esportes ao ar livre, mas também pela sua beleza natural.

 

A partir da Pedra Grande é possível ver, em dias com boa visibilidade, sete municípios. A Serra de Atibaia ou de Itapetininga, localizada em Atibaia e Bom Jesus dos Perdões, incluindo o seu domo, o maciço da Pedra Grande, foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT) em 6 de Julho de 1983 O Monumento Natural Estadual da Pedra Grande é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza localizada na microrregião de Bragança Paulista, no estado de São Paulo, com território distribuído pelos municípios de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Mairiporã e Nazaré Paulista.

 

O parque estadual onde está a Pedra Grande foi criado através de um decreto do governo do Estado, em 30 de março de 2010, com um área de 3 297,01 ha, tendo como principal objetivo a preservação dos atributos bióticos, abióticos e cênicos do maciço da Pedra Grande.

 

A administração da área está a cargo da Fundação para Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo. Acessos Existem dois acessos principais que levam ao cume da Pedra Grande, um para carros e outros através de trilhas : Acesso para carros: no Km 65 da Rodovia D. Pedro I (SP-065), no retorno que também serve de entrada para Piracaia e Joanópolis, entre no sentido contrário a Piracaia, seguindo sinalização indicativa para Pedra Grande, entre em uma rua de terra. A partir desse ponto siga em frente por um pequena estrada de terra, devem existir placas indicativas, caso não tenha deve-se ficar atento a última bifurcação e pegar a direita. O trajeto possui aproximadamente dez quilômetros e termina no platô que serve de rampa natural de voo livre, já quase no cume da Pedra Grande.

 

Acesso via trilhas: Existem três trilhas principais catalogadas, que levam ao cume da Pedra Grande e que podem se feitas de dia ou a noite. Todas partem a partir de um mesmo ponto, situado no final do Condomínio Arco-Íris, bairro que fica em frente a pista de Pouso de Asa Delta.

 

As três trilhas são: Minha Deusa (aprox. 2,4 km), Mangueira (aprox. 2,6 km) e Monges (aprox. 3 km), que seguem caminhos: à esquerda, centro e direita a partir de seu início comum. O ideal para subidas pelas trilhas é sair cedo e sempre levar água para evitar desidratação, protetor solar, repelente de carrapatos, calça comprida, luvas de palmas grossas, boné ou chapéu, óculos escuros, lanche de trilha ou fruta. Leve também um saco de lixo para recolher o lixo gerado por você e por outros frequentadores que não recolhem seu próprio lixo, máquina fotográfica e bastão de caminhada. É comum avistar cobras e lagartos no caminho. Prefira subir em grupos.

No alto da Pedra Grande o vento costuma ser frio, esta sensação de frescor faz seus frequentadores esquecerem de continuar utilizando protetor solar, provocando queimaduras depois de uma longa exposição ao sol. Nas trilhas Minha Deusa e Mangueira, tem-se duas nascentes de água, nem sempre é apropriada para consumo "in natura" (levar cloro). Caso suba pela trilha dos Monges (considerada a mais bonita e difícil), deve-se retornar uns quinze minutos quando esta se encontra com a trilha da Mangueira para se ter acesso à nascente. Quadrantes de decolagem: sudoeste, oeste, Noroeste (melhor), norte

 

 

 

 

Todos os Direitos reservados ao Clube Atibaiense de Voo Livre - 2013